Prepare a sua caminhada na Madeira.



A Natureza é mutável e no caso da Madeira isso pode significar que tenha de ter um ou mais planos alternativos ao seu dia de passeio. A alterar os seus planos podem estar uma mudança dramática de clima, que transforma um sol pleno em uma névoa carregada de chuva, uma estrada regional interrompida ou até mesmo o encerramento temporário do percurso que pretende fazer.

Prepare alternativas no dia anterior. Faça uma consulta dos percursos pedestres que pode fazer nas redondezas, ou das praias, sítios a visitar ou escolha o concelho vizinho e parta para outra.

Saia cedo de casa. Aproveite o dia. Os imprevistos acontecem. Terá mais tempo para desfrutar da natureza. E tempo para dormir não lhe faltará. Uma caminhada pode revelar-se mais longa do que o previsto, poderá ter de voltar atrás,







Cuidados a ter:


Antes de ir: Avise a alguém com antecedência qual é o percurso que planeia fazer e, em caso de impossibilidade qual a alternativa (plano B). Segurança acima de tudo. Avise a alguém para onde vai, a que horas vai e sobretudo a que horas pretende voltar.

Planeie o seu dia com antecedência: Pode acontecer que ao deslocar-se ao ponto inicial do seu percurso, se depare com algum obstáculo. Podem ser desde uma estrada de acesso interrompida, um percurso em manutenção, ou muita chuva, vento ou frio no local. Como tal, tenha sempre preparado um plano B e até mesmo um plano C, ou seja, percursos alternativos nas zonas circundantes e mesmo outro tipo de actividades.

Prepare alternativas no dia anterior. Faça uma consulta dos percursos pedestres que pode fazer nas redondezas, ou das praias, sítios a visitar ou escolha o concelho vizinho e parta para outra.

Guias de montanha: se preferir fazer o percurso com um guia ou um grupo pondere contratar os serviços de um guia que seja experiente e qualificado.

Visite o site do Turismo da Madeira para verificar se o percurso que pretende fazer não está interrompido.


Meteorologia: Verifique as condições meteorológicas um a dois dias antes. Consulte dois a três sites da especialidade porque há discrepâncias e vá pela média.

Saia cedo de casa. Aproveite o dia. Os imprevistos acontecem. Terá mais tempo para desfrutar da natureza. E tempo para dormir não lhe faltará. Uma caminhada pode revelar-se mais longa do que o previsto, poderá ter de voltar atrás,



O que levar:


Comida e bebidas. Escolha fruta de preferência, frutos secos, sandes. Coisas que não se estraguem pelo caminho. Leve consigo uma garrafa de água. Prefira as de 33cl em vez das de 1,5l já que são mais cômodas e mais leves.

Telemóvel. Se puder, leve um. Os acidentes podem acontecer e carregar um consigo telemóvel pode evitar complicações de maior. Registe estes números de telefone para um caso de emergência: Emergências: 112,
Protecção Civil: 291 700 112. Atenção: em zonas isoladas da ilha é normal ficar sem cobertura de rede pelo que por vezes terá de se deslocar a zonas com maior altitude ou com menos árvores para poder efectuar comunicações. Não se esqueça de carregar o aparelho no dia anterior.

Roupa confortável: As temperaturas na Madeira não costumam descer abaixo dos 14 graus centígrados durante todo o ano e as máximas não vão além dos 30 graus. No entanto, antes de fazer uma caminhada deve preparar-se para situações de frio e calor independentemente da estação.

Mesmo que seja primavera ou verão, escolha um casaco não muito pesado mas que aqueça bem. Opte por calçado confortável e não escorregadio. Umas botas de montanha ligeiras são uma boa opção. Não leve as suas melhores roupas pois é muito provável que se vá sujar um pouco. No caso de chuva miúda, escolha um impermeável ou um guarda-chuva. Se escolher uma zona desabrigada use um chapéu ou outra protecção para a cabeça.

Todos os caminhantes devem levar um saco com impermeável, chapéu, luvas, roupa suplementar, apito, comida e bebida, o mapa com relevo e bússola. Pode também precisar de protecção solar.
É essencial que as botas de montanha possam ser usadas para todo o tipo de passeios.


Máquina fotográfica: Baterias. Cartão vazio. Pequena máquina compacta. Não se distrai do grupo e avise sempre que quiser tirar uma foto numa zona fora do percurso recomendado. Se tiver, leve um pequeno tripé para usar em fotos de grupo, de maior tempo de exposição ou em casos de menor luminosidade. Máquina fotográfica e um mini tripé. Carregue a bateria da sua máquina no dia anterior e esvazie os seus cartões de memória.

Lanterna: Nalguns percursos da Madeira, é necessário passar por túneis (furados) Uma pequena lanterna (olho-de-boi) com três lâmpadas LED é suficiente já que é leve e tem maior durabilidade. Certifique-se que as baterias da mesma estão carregadas. Se for à prova de água melhor ainda.

Mapa. Não é que seja sempre necessário pois os percursos costumam estar bem identificados mas se for possível, faça-se acompanhar de um mapa. Se este indicar o relevo montanhoso é ainda melhor. No caso de não conseguir um, fotografe o cartaz com o mapa que normalmente existe no início das caminhadas. Ou então leve uma versão digital do mesmo. Se quiser leve uma pequena bússola consigo.

Outros objectos: Saco de plástico para colocar o seu lixo. Mesmo o lixo orgânico deve ser levado de volta. Não o deixe ao abandono no meio da natureza. Guarda-chuva se houver zonas com quedas de água sobre o percurso por onde as pessoas passam. Protector solar. O sol da serra pode ser uma surpresa.

Pode também levar um bom livro, uma revista, cartas de jogar ou mesmo uma bola. Não se esqueça do fato de banho, toalha e dos chinelos pois poderá querer ir à praia no final da tarde.


Esta é a sua lista de verificação: descarregue aqui um documento PDF e simplifique este processo.






Segurança antes de tudo. 


É aconselhável não fazer estes percursos sozinho. Não se afaste dos trilhos pré-definidos. Em alguns sítios o nevoeiro poderá surpreendê-lo e com isso perder o sentido de posição.

Se for possível tenha no seu carro um conjunto de primeiros socorros.



Por um lado, existem veredas que seguem o curso das levadas, antigos canais de água que engenhosamente serpenteiam o seu percurso através da ilha, sempre a descer gentilmente, e muitas vezes no mais espectacular enquadramento. Por outro lado, os cumes que se ligam e circundam o Pico Ruivo são escarpados e austeros, entrelaçados com veredas rochosas que nos fazem torcer os pés de todas as maneiras imagináveis. ilha vulcânica que paisagem escarpada

Veredas:  É vital que você escolha só aquelas veredas que são mais apropriadas para o seu nível de experiência e de estado físico. A maioria dos passeios envolve variadas descidas e subidas, algumas circulares, outras lineares. Todas são excepcionais mas os caminhantes que têm vertigens ou que não estão acostumados a ocasionais degraus ascendentes ou descendentes, devem evitar os passeios mais difíceis.

Crianças - Crianças abaixo dos 18 anos têm de ser acompanhadas por um adulto em todos os passeios.


Normas de Conduta: 


Caminhar nas ilhas da Madeira e do Porto Santo é revigorante, excitante e altamente compensador. Qualquer caminhante achará as veredas e levadas da Madeira um desafio e uma agradável surpresa. Mas a maioria dos passeios percorrem zonas montanhosas em plena natureza, pelo que é muito importante que se prepare convenientemente antes de iniciar um passeio, de modo a não comprometer a sua própria segurança.

NORMAS DE CONDUTA E SEGURANÇA

Mantenha-se dentro do trilho
Evite ruídos e atitudes que perturbem o meio ambiente
Não recolha nem danifique plantas
Não perturbe os animais
Não abandone lixo (não deite lenços de papel no chão, a sua decomposição é muito lenta)
Não faça lume
Se é fumador, não deite as beatas no chão, guarde-as para colocar no caixote do lixo
Não destrua ou modifique a sinaléctica
Para sua segurança:

Não caminhe só, leve sempre companhia
Recolha previamente informação actualizada sobre o percurso
Informe sempre alguém do trilho que vai fazer e hora prevista da chegada
Certifique-se do tempo de caminhada e garanta que a finaliza antes de anoitecer
Transporte alguma comida e água de reserva
Utilize roupa e calçado apropriados
Se possível leve um telemóvel consigo
Em caso de fortes chuvas e ventos não faça o percurso ou volte para trás pelo mesmo caminho
Não corra riscos

Local Time / Hora local:

Widget meteorologia:
Ler artigo →
.


3 comentários:

  1. Aproveite o dia. Os imprevistos acontecem. Terá mais tempo para desfrutar da natureza. E tempo para dormir não lhe faltará. Uma caminhada pode revelar-se mais longa do que o previsto, poderá ter de voltar atrás,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teste 3. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis autem vel eum iriure dolor in hendrerit in vulputate velit esse molestie consequat, vel illum dolore eu feugiat nulla facilisis at vero eros et accumsan et iusto odio dignissim qui blandit praesent luptatum zzril delenit augue duis dolore te feugait nulla facilisi. Nam liber tempor cum soluta nobis eleifend option congue nihil imperdiet doming id quod mazim placerat facer possim assum. Typi non habent claritatem insitam; est usus legentis in iis qui facit eorum claritatem. Investigationes demonstraverunt lectores legere me lius quod ii legunt saepius.

      Eliminar